"Seguir Tendências" ou "Ser sócio" de empresas?

Um questionamento recebido me levou a novamente refletir sobre o tema.

Seguidores de Tendências versus o Fundamentalistas
 (PS:  ou vice-versa. Escolha!)


O investidor fundamentalista de sucesso, aquele escolhe (talvez por sorte) as melhores empresas que futuramente valorizam-se centenas de vezes, é sempre lembrado por todos, como exemplo a ser seguido.

Realmente aquele que escolhe e permanece mais tempo posicionado em uma boa ação, que engata contínuas altas, terá maiores lucros. 

Concordamos plenamente com isto, o que não concordamos é não ter uma saída de emergência definida.

 Dizer que sairemos quando os fundamentos da empresa ficarem ruins é o mesmo que um torcedor  fanático dizer que não mais torcerá pelo seu time do coração se ele cair para segunda divisão.

"Torcedor" de longo prazo chorando as magoas de escolhas erradas.

Isto porque, o sócio (fundamentalista torcedor)  de uma empresa tem apego psicológico as escolhas e as empresas que escolheu. Ele não quer estar errado e fará de tudo para não admitir seu erro, mesmo que isto lhe custe dinheiro.

Investidor de longo prazo lutando contra a realidade!

Talvez por isto o enorme número de pessoas físicas que tomaram enormes rombos em empresas como OGXP3, LUPA3, LLIS3, ELPL4, dentre outras.

A ação desaba e o sujeito reza. Fundos de preços (pontos consolidados pelo tempo onde normalmente os preços voltam a subir) são perdidos e o sujeito "dobra a mão", já que “está barato.” O resultado são grandes perdas e o "chororô" que vemos por aí.

Afinal, “investimentos são para longo prazo”, “se caiu vai voltar”, “vou fazer preço médio”!
Estas assertivas tresloucadas já quebraram muita gente.



Tenha um plano, se quer escolher ações que atualmente tem bons fundamentos, excelente, o faça. Entretanto, ter uma porta de saída definida por antemão é indispensável.


O preço reflete a realidade, o consenso dos componentes do mercado sobre determinado ativo. Se o viés da tendência virou, passando a contínuas movimentações mais amplas de baixa, CAIA FORA!


O "longo prazo" está cheio de pessoas esperançosas e talvez frustradas que caíram na falácia de que o tempo tudo resolve.

Seguir tendências parte do pressuposto de que não podemos prever o futuro e que no “longo prazo” todos nós vamos estar mortos.

Viva o presente!



 Sem previsões astrológicas do futuro! 

Hum, pelo fractal "borboleta esvoaçante" acredito em uma alta!
 ("Sobe, sobe, vamos lá!")

Reaja ao que mercado fizer: 
- movimentação altista em tendência, ficamos posicionados até quando o ativo  mostrar força (o uso de “trailing stops” ajuda muito);
- ativo mostra fraqueza, perdendo pontos pre-definidos de saída, ficamos líquidos e protegemos nosso capital.
- ativo em viés baixista, ficamos longe, líquidos e de fora.


Somos seguidores de tendências, somos contra as operações curtas, que somente geram corretagens e alimentam o sistema que acaba com os "pequenos investidores". 

Os grandes lucros estão nas grandes movimentações de preços em tendência, queremos sim ficar muito tempo posicionados, mas tão somente quando estivermos com lucro, em ações em tendência de alta.

KROT3 - Kroton em linda tendência primária e secundária de alta.
Mais de 200% de lucro!


Para isto, temos que ter coragem de terminarmos o “relacionamento” com um ativo quando ele nos der uma "pedrada" (prejuízo). Para isto, não queira saber o porquê, apenas “dê-lhe um pé na bunda” (saia da posição). 


 Seja fiel somente ao seu dinheiro e ao seu plano!

Comentários

  1. A mais pura verdade! excelente síntese. Ductor Marcus

    ResponderExcluir
  2. Ola Fernando, um otimo post, porem gostaria de questionar um detalhe.... Sera que todo trader, mesmo que os traders que operam posicoes de longo prazo, nao precisam virar tambem investidores, ou socios, no futuro ? Operando com carteiras e trabalhando com hedge ? Nao imagino alguem fazendo somente trades pelo resto da vida, ainda mais com capital elevado, tipo 5,10MM. Acredito que nesse momento os trades poderao servir apenas como um potencializador da carteira. O que vc pensa a respeito ? Abracos ! Pancho_villa

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pancho,

      Interessante ponto de vista, entretanto com um capital destes, se houver perda na liquidez, nada melhor do que migrar para um mercado mais líquido.

      Abraços,

      Excluir
  3. Não posso falar por todos os fundamentalistas pois generalizar é sempre errado. Mas posso dizer o meu ponto de vista. Eu jamais olharia OGXP3 pois eu só sei analisar empresa que dá lucro, ainda não teria entrado em LLIS3 pois ela só fez 5 anos de bolsa esse ano eu eu não analiso nada que não tenha histórico. E esse ano ela anda entregando balanços muito ruins. ELPL4 deu entrada por meio dos balanços ali por volta de 2009 e saída em 2012. Estava anunciado uma porrada nos lucros dela em março/2012 e veio pior que o esperado. O mercado, claro, exagerou mas todos que liam os balanços da empresa tinham a opção de pagar pra ver. Sem contar que o valuation dela em 2012 não estava atrativo logo, ficou quem queria arriscar. Particularmente acho que o trend following é a última tentativa grafista de tentar ter um lucro semelhante a de quem investe, e não especula. São N estudos no mercado americano provando que giro de carteira e investimento ativo demais sempre perdem pro índice de referência no longo prazo. Em contra partida técnicas simples como escolha de empresas com baixo P/L e alto DY tendem a superar o mercado no longo prazo.
    É uma batalha sem fim onde cada cometário vai gerar uma réplica pro outro lado rsrs

    []'s

    ResponderExcluir
  4. Ações são somente títulos para compra de porções de empresas, nada mais. O problema é que existe um exército de pessoas que não sabem sequer o que estão comprando ! Para montar uma padaria passam meses pesquisando o mercado, vizinhança e a contabilidade. Na hora de virar sócio de uma empresa global, nem sabem qual produto fabrica !!!!!
    Conheço investidores fundamentalistas que ficaram milionários e até bilionários, estudando as empresas e os mercado onde atuam. Em relação aos grafistas..... Mesmo os que estão no mercado há décadas, continuam vivendo de aulas ou de profissões paralelas.
    Ser sócio de empresas sólidas e lucrativas ao longo de anos permite resgatar dividendos e valorização do preço das ações que vem dos lucros, de forma composta.
    O sonho do enriquecimento a curto prazo distorce a realidade, criando um sistema econômico e empresarial fictício.

    ResponderExcluir
  5. Essa questão de fundamentalista x Grafista, eu particularmente estou fazendo o seguinte, estou trabalhando com os dois métodos ao mesmo tempo, comprando ações no método buy holder que olha balanços, e ao mesmo tempo operando ações também no trader folowing. Eu pego algumas ações que destino a buy holder, e algumas que destino a trader folowing, e quero ver o que vai ocorrer com os dois métodos no longo prazo, até vai dar para ver qual vai dar mais lucro.

    ResponderExcluir

Postar um comentário



Postagens mais visitadas deste blog

Como conectar-se com o Blog TFB

Pedidos de Análise

Novas Opções de Bases de Dados Gratuitas para Amibroker