Hilo-Vieira Qualificado - Análise Semanal (01-02-2013)


www.trendfollowingbovespa.com

Análise Semanal de ativos pelo sistema Hilo-Vieira Qualificado, sistema Trend Following que utiliza a qualificação da tendência como filtro para entradas mais seguras e efetivas nos trades.

Todo investimento em mercado de renda variável é de risco e ganhos obtidos anteriormente não são garantia de ganhos no futuro. Este vídeo tem a finalidade de compartilhar conhecimento, quaisquer operações realizadas são por conta e risco do trader, que deve assumir a responsabilidades pelo risco.


Comentários

  1. Fernando,

    Como sempre muito bom seu comentário de fechamento semanal !

    Uma duvida: No meu gráfico da ETER3 o HILO( 6,1) mudou de cor , para verde a 5 semanas, e no seu me parece que ocorreu a 2 semanas. Algo errado?

    Kleber

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Nada errado Kleber, a diferença ocorre porque para cada ativo operado faço otimizações nos parâmetros do sistema.

      Abraços,

      Excluir
  2. Poderia analisar EUCA4.

    ResponderExcluir

  3. Fernando,

    O vídeo desta semana foi bem didático.

    Abraço

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado Luis, o feedback é excelente para sempre tentarmos melhorar!

      Bom final de semana!

      Excluir
  4. Olá Fernando, gostaria de saber sobre RAPT4....
    Obrigado

    ResponderExcluir
  5. Olá Antônio,

    RAPT4 estamos líquidos desde a semana passada, forte volatilidade, esta semana, apesar da alta, o hilo continuou em modo venda.

    Abraço,

    ResponderExcluir
  6. Muito bom como sempre, Fernando! Só discordo de duas coisas:

    1) falar em suporte/resistência, fibonacci, etc. Isso não é trend-following. Sei que você só falou quando estava analisando o IBOV, mas...
    2) realizações parciais. Eu particularmente não faço e acho que o trend-following não apregoa isso. Acho que o correto seriam novas entradas, no mesmo ativo, à medida que a tendência vai se desenvolvendo.

    Paulo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Paulo,

      Procuro sempre manter a mente aberta, o "trend following" diz que a análise de fundamentos de empresas nada adianta.

      Já na minha concepção observar lucro, ROIC e dívidas, dividindo o capital entre empresas com bons fundamentos e, uma segunda, parte para empresas com "maus" fundamentos, ajuda na diversificação e diluição do risco nas operações (apesar de não ter base estatística para provar, empirismo mesmo).

      Quanto fibonacci no IBOV, confesso meu crime (kkk), acabei comentando o mesma, mas salientando o principal: a tendência de alta no semanal e baixa no mensal.

      Na verdade, como muitos usam fibo, criam-se verdadeiras zonas psicológicas de concentração de vendedores (resistências) e compradores(suportes), as quais de nada servem frente as tendências de alta e baixa, respectivamente.

      Quanto às realizações parciais, após começar a fazê-las percebi que emocionalmente fiquei mais tranquilo e o capital advindo destas saídas (somente parciais) poderia ser utilizado em novas operações, diversificando ainda mais a carteira especulativa e diminuindo o risco.

      Mas o interessante é isto mesmo, discutirmos e termos novas ideias.

      Obrigado sinceramente pela crítica e suscitação da discussão sobre as realizações parciais.

      Gostaria da opinião e argumentos de mais pessoas
      sobre as realizações parciais!

      Abraços,

      Excluir
    2. Realmente quem usa as realizações parciais acaba ficando mais tranquilo mas acho que acaba gastando mais em corretagens e, por muitas vezes, surfando uma grande onda com apenas parte do capital inicialmente investido. E pode até com a outra parte entrar noutra operação que não tenha sucesso. Ou o contrário também: pode-se salvar uma boa parte do lucro e a tendência não vingar e aí sim, você salvou uma parte. Eis o grande dilema!

      Sobre utilizar AF realmente o trend-following diz que nada adianta e já tentei utilizar uma mescla dos dois e pessoalmente não obtive sucesso. Eu escolhia alguns ativos que eram considerados boas e lucrativas empresas e que estavam supostamente "baratos" segundo os fundamentalistas e ficava esperando os mesmos entrar em tendência. Por muitas vezes foram entradas falsas ao mesmo tempo em que vi ativos considerados "caros", pelos critérios fundamentalistas que eu adotava, subirem mais e mais. Resultado para mim? Desisti de filtrar por AF. Nunca mais quero ver um balanço ou tais indicadores na vida!

      Estou, a cada dia que se passa, mais convencido de que o que importa é a tendência, que esses balanços muitas vezes mostram números que as empresas querem mostrar (apesar de auditadas) e que o Sr. Mercado é quem sempre está certo. Resta-nos segui-lo. Deixar andar as operações vencedoras e quando estivermos errados, cortar cedo uma operação perdedora. Como você tem sempre mostrado!

      Paulo

      Excluir
    3. Excelente discussão Paulo!

      Somente gostaria de salientar que mesmo observando os fundamentos, estes somente me servem para questão da diversificação em ativos bons e ruins, nunca para determinar sinais de entrada, que sempre são pelo sistema de trade.

      Abraço,

      Excluir
  7. Com relação a realização parcial, na minha opinião, cada um deve decidir, se alguns ficam mais tranquilos devem executar tal realização. Particularmente faço essa realização quando o capital na operação é expressivo para mim !
    Com relação as corretagens acho uma grande besteira dar muita importância para isto.

    KNG

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. KNG,

      Interessante a sua maneira de avaliar a necessidade ou não das realizações parciais.

      Quanto as corretagens, para quem segue tendências no semanal, sendo poucas as operações, não geram grande preocupações. Já para aqueles especuladores afeitos ao curto prazo, as corretagens e demais custas inerentes à operação são um fator importante a ser considerado.

      Abraço,

      Excluir

Postar um comentário



Postagens mais visitadas deste blog

Pedidos de Análise

PRIO3 - Novo ativo acompanhando pelo sistema

Como conectar-se com o Blog TFB