Ponto de Saída: NÃO PENSE! E NÃO SEJA TEIMOSO! (Por Froede)

Artigo do Edimar V. Froede Júnior
Retirado do site TFTN (www.tftn.com.br)


Um modelo de operação é composto por vários elementos: seleção de ativos, ponto de entrada, gestão de risco, balanceamento de carteira, etc. Mas dentre todos, há um que considero ser uma peça-chave: O PONTO DE SAÍDA.

Não estou aqui para discutir qual é o melhor modelo de ponto de saída a ser utilizado, pois essa é uma discussão longa, distante de ser ponto pacífico em qualquer debate. Estou aqui para lembrá-lo que o ponto de saída não deve ser desrespeitado nunca. Se ele existe em seu modelo, então deve ser seguido a risca.

Dias desses, conversando com um amigo ele me confidenciou sobre a angustia que é definir a hora de sair de uma operação. E como resposta, eu falei: "Olhe, eu penso na hora de entrar em uma operação, mas uma vez dentro quem me diz quando sair é o sistema. Simples assim!"

E esse é o conselho que dou a todos que querem seguir tendências: uma vez dentro de uma operação, NÃO PENSE! Deixe o seu modelo pensar por vc. E também NÃO SEJA TEIMOSO! Quando seu modelo mandar sair, saia!

Fonte: http://migre.me/bZ2RY




Comentários

Postar um comentário



Postagens mais visitadas deste blog

Pedidos de Análise

PRIO3 - Novo ativo acompanhando pelo sistema

Como conectar-se com o Blog TFB