Como identificar uma tendência de alta?



Esta é uma das mais intrigantes perguntas que permeiam o universo de todos aqueles que buscam seguir tendências no mercado.

Infelizmente a resposta não é agradável, as tendências de alta ou baixa somente podem ser identificadas com 100% de acerto no passado.

“- Então como é que eu faço?”

Você não precisa saber o futuro para lucrar com os movimentos de preços no mercado.

O seguidor de tendências não faz previsão de futuros movimentos, não cria expectativas. Ele simples e humildemente observa a variação dos preços, que se subsumir ao seu método de operação (sistema de trade), fará com que ele tome posição em determinado ativo ou mercado.

Se esta “aposta” estiver correta e uma tendência de alta de firmar, ele colherá os louros (lucros) ao final da tendência, acompanhando boa parte desta movimentação, posicionado, sem pensar em prever alvos para saída. O mercado ou ativo, através da variação inversa nos preços, lhe mostrarão a hora de sair e colher os lucros da operação.

Se ocorrer o inverso, se a “aposta” se mostrar ruim, tendo o mercado não se firmado em tendência, o seguidor de tendências, humildemente, recolherá seu capital, assumindo seu prejuízo, que aceitará de bom grado, sabedor que ele faz parte da rotina de um especulador vencedor.

Apenas uma operação vencedora pagará todos os pequenos prejuízos assumidos anteriormente. Este é o grande segredo dos “trend followers” vencedores.

 “- Certo, mas quero saber qual o momento certo de entrar em uma possível tendência de alta?”

Tudo dependerá do “timing” do seu sistema de trade. Alguns sistemas de trade seguidores de tendência aguardam mais tempo a tendência se firmar, para garantir maior segurança e taxa de acerto nas operações. Outros tem um “timing” mais rápido, tentando pegar as tendências mais próximo a seu início, logicamente, pela antecipação, podem ter diminuída a taxa de acerto do sistema.



O segredo, como sempre, é encontrar o equilíbrio, nem antecipando demais, nem esperando demais para embarcar nas operações. A tarefa não é das mais fáceis, mas é possível de ser realizada.

Agora uma boa notícia, para os seguidores de tendência, mais importante do que o momento de entrada é o ponto de saída.

Sempre cortaremos rapidamente os prejuízos nas operações perdedoras e deixaremos os lucros crescerem, ficando posicionados, nas operações vencedoras. Este é o nosso maior trunfo!

Comentários

  1. Bacana e corretíssima a sua colocação, belo artigo, parabéns. Você é muito lúcido, percebo sempre isso.
    Eu sou filhote em análise técnica, mas razoável em cálculo... uma boa planilha pode resolver muitos problemas, também tributários. A questão é ligada à "engenharia fiscal": se bem arranjado, livra de imposto na entrada e, organizado, minimiza na saída - claro que ligado a profissionais liberais, mais um drama de vida (rsrs). O objetivo e foco que tento é “timing” (só eu?); melhor é não aguardar tanto tempo, mas isso requer simulação e teste de cálculo, planilhas; quero me colocar à disposição naquilo que pouco sei, tentando retribuir o muito que tenho recebido de vocês. Revelo e confesso toda a ignorância do mundo, mas coloco toda a boa vontade em igual proporção.
    Há uma lógica interessante a ser avaliada, baixa-se a taxa de acerto, mas eleva-se a taxa de ganho... bem equilibrado, costuma resultar em bom champagne...

    ResponderExcluir
  2. Valeu pelo comentário Marcio Teixeira!

    Abraço,

    ResponderExcluir
  3. Gostei muito de todos os seu comentários e sua técnica, foi a primeira vez que li(ForexPro), mas vou segui´lo com certeza
    Parabéns e forte abraço
    Dário Cezar de Vasconcellos

    ResponderExcluir

Postar um comentário



Postagens mais visitadas deste blog

Novas Opções de Bases de Dados Gratuitas para Amibroker

Como conectar-se com o Blog TFB