Desafios Mentais do Trader



Artigo escrito por Lauro Vilares 


O trader técnico, ou seja aquele que utiliza AT para operar o mercado só irá obter sucesso se conseguir dominar o que o famoso autor Alexander Elder chamou de 3 M´s do trader bem sucedido.

O primeiro M diz respeito ao Money Managment , ou seja o manejo de risco. O segundo M é o método que iremos utilizar para definir nossos pontos de entrada e saída de cada trade. Já o terceiro M é de mente, o domínio de nossas emoções.


O manejo de risco irá nos determinar em cada trade quanto do nosso capital poderemos arriscar. Utilizando-o corretamente evitaremos grandes prejuízos que tornarão nosso sucesso no mercado bem mais difícil de ser alcançado. Ele nos permitirá uma curva de capital mais suave.


Método... a grande maioria dos traders amadores considera esse o aspecto mais importante para obter sucesso no mercado, mas sou obrigado a discordar dessa idéia. Apesar de não admitirem isso o que os amadores muitas vezes procuram não é uma forma de operar que vá lhes dar maiores chances de ganhar do que de perder, o que não é tão difícil assim, o que eles querem realmente é uma fórmula mágica que lhes garanta 100% de acerto, eles não admitem prejuízo em nenhum trade. Isso sim é impossível de se conseguir. Para tentarem alcançar o que consideram a perfeição, acertando todos os trades, os amadores procuram cada vez mais aprender sobre o mercado e sobre ferramentas de AT. Normalmente esse conhecimento fica cada vez mais complexo até que finalmente quando o trader já perdeu todo seu capital, ou testou todas as ferramentas possíveis, ele sai do mercado dizendo que AT não funciona e que é impossível ganhar dinheiro na bolsa. Esse tipo de comportamento é conhecido como Buraco Negro da AT. O que eles não percebem é que estão pensando de forma totalmente errada. O real motivo de não obterem sucesso está dentro da cabeça deles e não no mercado ou nas ferramentas que utilizam. Por favor não me entenda mal, não estou querendo dizer com isso que não vale a pena conhecer mais sobre o mercado ou sobre AT, claro que vale, eu mesmo nunca me canso de estudar, mas nosso objetivo nunca deve ser o de acertar todos os trades. Não existe nenhuma técnica que vá nos dizer com 100% de certeza o que irá acontecer daqui a um dia nem mesmo uma hora ou 5 minutos


Mente, esse sim é o aspecto mais importante a ser dominado para o trader conseguir sucesso. Existem inúmeras formas diferentes de se encarar o mercado e traders que utilizam as mais diversas ferramentas para decidir quando entrar, quando sair e o quanto arriscar em cada trade, mas todos os profissionais de sucesso tem uma coisa em comum: domínio das emoções. Nesse artigo iremos abordar diversos aspectos que são essenciais para qualquer trader que queira ser bem sucedido no mercado e as diferenças na forma de pensar dos amadores e dos profissionais bem sucedidos.


Assumir Responsabilidades , essa é uma questão fundamental. Todo trader deve ter em mente que qualquer que seja o resultado obtido ele é de sua inteira responsabilidade. Muitos traders buscam inconscientemente transferi-la para outras pessoas, pode ser um corretor, um analista de um grande banco, um trader mais experiente ou até mesmo um amigo ou colega de trabalho que muitas vezes sabe tanto quanto ele sobre o mercado. O que está por trás disso é o desejo de não ser responsável pelos insucessos. Eles evitam a todo custo levar essa culpa, entrando em trades sempre por indicação de outras pessoas, então pensam.... “eu perdi dinheiro nesse trade, mas foi por causa daquele analista incompetente da minha corretora ou por causa daquele sujeito do fórum metido a saber de tudo” , com isso podem ficar mais tranqüilos, se escondendo da verdade, mas a verdade mata aqueles que dela se escondem. Muitas vezes eles já tem um conhecimento teórico que seria o suficiente para executar bons trades, chegam a fazer o planejamento de forma perfeita, mas nunca iniciam os trades, só conseguindo fazer trades recomendados por outras pessoas. Normalmente esses trades acabam em prejuízo enquanto aqueles trades que planejaram e não executaram dão certo. Devemos ter muito cuidado com qualquer pessoa que nos diz para comprar esse ou aquele ativo, ele pode estar querendo se desfazer de uma posição bem grande do ativo e recomenda sua compra para conseguir vendê-lo sem fazer o preço cair muito, pode ainda estar comprado e recomenda sua compra simplesmente como uma forma de torcida para o ativo subir, mas mesmo que o trader que recomendou a operação tenha um grande conhecimento e esteja com as melhores intenções, o que é uma boa oportunidade para uma pessoa pode não ser para outra, tudo vai depender da forma com que elas se sentem bem em operar além da duração do trade. Então o ideal é planejar e executar os próprios trades e se sentir responsável pelo resultado sendo ele positivo ou negativo, mesmo que num primeiro momento surjam muitas dúvidas e insegurança.


Comportamento de Massa: O Ser humano é um animal de grupo, nós nos sentimos mais confortáveis quando estamos com outros seres humanos, só trabalhando dessa forma conseguimos sobreviver por milênios apesar dos perigos da natureza. Essa necessidade de fazer parte de um grupo quando transferida para o mercado leva o trader a se colocar em situações de alto risco. Qualquer pessoa quando passa a fazer parte de um grupo perde o poder de discernimento e passa a fazer coisas que nunca faria se estivesse agindo isoladamente. Por mais inteligente que seja, sua capacidade intelectual fica reduzida à capacidade intelectual do grupo, que invariavelmente é baixíssima. Os grupos agem de forma extrema, sem pensar sobre as conseqüências de seus atos. Os membros do grupo não se preocupam em fazer o que achariam certo se estivessem pensando de maneira independente, apenas se preocupam em fazer o que o grupo espera que ele faça, mesmo que com isso coloque a saúde, segurança ou bem estar próprio ou de outros em segundo plano. Durante a história humana podemos ver esse tipo de comportamento inúmeras vezes como no caso de fanáticos religiosos, em guerras, bolhas econômicas e mesmo em brigas de torcidas de futebol. Pessoas fazem coisas terríveis, que vão contra sua índole, ou grandes idiotices apenas para se sentirem parte, ou serem aceitas pelo grupo.


Normalmente nós nos sentimos pior quando todos no mercado estão ganhando dinheiro e nós não estamos aproveitando a alta dos preços do que quando a mercado está despencando e todos estão perdendo dinheiro inclusive nós mesmos. O que é preferível, deixar de ganhar ou perder? É incrível mas as pessoas se sentem pior quando deixam de ganhar quando todos estão ganhando do que quando perdem junto a todos, , mas por que será que se sentem assim? A primeira explicação é devido ao sentimento de grupo. Quando todos estão perdendo dinheiro, nos fóruns todos estão tristes e são solidários uns com os outros, então o trader pensa, “estou levando um grande prejuízo, estou me ferrando, mas estou com meus amigos” , assim se sente confortável, fazendo parte de um grande grupo de perdedores. A outra explicação tem relação com o tópico que vimos anteriormente: assumir responsabilidade. Quando o mercado cai e nós estamos perdendo dinheiro podemos colocar a culpa no mercado, o mercado nos enganou, ele não fez o que achávamos que ele faria, mas quando o mercado sobe e nós não estamos posicionados para aproveitar a alta dos preços não podemos transferir a responsabilidade para ninguém. O mercado fez exatamente aquilo que geralmente torcemos para ele fazer, mas não soubemos aproveitar. Assim a dor é bem maior.


Para obtermos sucesso temos que pensar de forma independente, não podemos querer fazer parte de grupos, mas devemos entender como as pessoas se comportam quando estão em grupos, ou seja, de maneira totalmente irracional, e tirar proveito dessa irracionalidade.


Sentimentos prejudiciais ao trader: falaremos agora sobre alguns sentimentos muito prejudiciais a um bom desempenho no mercado: Medo é o principal deles, mas temos ainda a impulsividade, a euforia, jogar com o dinheiro da casa e o sentimento de vingança. Quando conseguimos operar sem a influência de sentimentos passamos a encarar o mercado de forma objetiva. É praticamente impossível não termos tais sentimentos, mas podemos sim não deixar que eles influenciem nossos trades.


Medo: Podemos dividir o medo em dois tipos: o medo de perder e o medo de deixar de ganhar, mais conhecido como ganância. O medo de perder não deixa o trader aproveitar as oportunidades que o mercado oferece, ele analisa o ativo e planeja o trade, mas na hora de executar o planejado fica indeciso, inseguro e acaba não fazendo o planejado. Como falei anteriormente alguns traders tem dificuldade em aceitar os prejuízos normais que fazem parte da vida de qualquer pessoa que coloca seu dinheiro em risco nos mercados. Essa dificuldade traz muita angústia e hesitação na hora de iniciar os trades. Esperam por uma confirmação, depois mais uma, até que o preço já se afastou do local ideal de entrada....A melhor maneira de nos livrarmos desse medo é pensarmos em probabilidade, assunto que abordarei mais à frente.


A ganância ou medo de deixar de ganhar também é extremamente prejudicial aos traders. Como já explicado a idéia de deixar de ganhar dinheiro quando todos estão ganhando é insuportável para muitos traders. Esse sentimento de estar perdendo oportunidades faz com que muitas vezes os amadores entrem em trades longe do local ideal, sem nenhum tipo de planejamento, simplesmente porque não agüentam mais ficar de fora da festa. Normalmente esses trades resultam em grandes prejuízos. A melhor forma de se fugir dessa armadilha é planejar cada trade com antecedência. Se com o mercado fechado, à noite (no caso de swing traders) ou no fim de semana (para os position traders) você não identificou aquele ativo como sendo uma boa oportunidade não será com o mercado aberto que sua análise será melhor. Planeje o que fará e faça o que planejou, nem olhe outros ativos para não se desconcentrar. Fazendo isso poderá controlar outro problema: a impulsividade.


Impulsividade: Muitos traders chegam ao ponto de ter o mercado como um vício. Não conseguem ficar sem acompanhar o mercado, ou sem estar posicionado em nenhum instante. É claro que nada de positivo pode vir de um vício, suas vidas pessoais e profissionais são afetadas. Esses traders agem como alcoólatras ou viciados em drogas, pra eles não importa em que estão arriscando seu dinheiro, nem se o momento é o mais apropriado dentro de sua metodologia, pois muitas vezes nem metodologia possuem. Se ficam fora do mercado sentem que estão perdendo oportunidades e que seu capital está parado, mas não devemos pensar que nosso capital está parado nessas situações, mas apenas descansando, esperando boas oportunidades. A impulsividade pode ser combatida com a utilização do diário de trades, assunto que abordaremos mais tarde.


Euforia é outro problema enfrentado por traders. Normalmente depois de algumas operações bem sucedidas, devido a um bom planejamento ou simplesmente a pura sorte o trader passa a se sentir imbatível, nada como um mercado forte de alta para fazer qualquer amador se sentir o mestre dos mercados. Nesse momento passam a pensar que nada pode dar errado e que o mercado existe apenas para satisfazer suas necessidades. Se o que os fez ter sucesso em várias operações seguidas foi pura sorte perderão muito em breve tudo que ganharam e provavelmente muito mais. Se uma pessoa ganha dinheiro no mercado e não sabe exatamente como conseguiu esse dinheiro irá perder tudo sem saber como isso aconteceu. Mas se o que os fez ter sucesso foi um bom planejamento e execução dos trades, seguindo a risca regras claras e pré-definidas a euforia os fará pensar que essas regras o estão atrapalhando, podem pensar: “se eu não tivesse seguido o manejo de risco poderia ganhar muito mais...Pra que manejo de risco? Agora eu sou imbatível” o que acontece nesse momento? A euforia passou a dominar o trader, ele passará a não mais seguir as regras que o fizeram ter sucesso e em breve conhecerá o fracasso e a dor de perceber que não é imbatível e grandes prejuízos logo virão.... Se em algum momento você tiver uma seqüência de bons trades não se sinta o maioral e faça força para respeitar ainda mais as regras que o fizeram ter sucesso, pois muitos caem na armadilha de achar que elas não são mais necessárias.


Dinheiro da casa: Quantas vezes já não ouvimos ou até mesmo falamos algo assim: “Estava ganhando uma boa grana esse ano (ou mês), mas agora com essa ultima queda devolvi tudo”. Essa é uma armadilha mental que freqüentemente faz muitas vítimas. Quando o trader iniciante consegue juntar algum dinheiro em sua profissão e resolve colocá-lo em risco nos mercados sabe exatamente o que teve que fazer por ele. Atendeu inúmeros pacientes, tratou com clientes chatos ou patrões insuportáveis durantes muitas horas por dia por anos a fio. Têm então respeito por aquele capital. Se o coloca em risco no mercado a ultima coisa que deseja é perdê-lo. Então ele estuda faz algum curso, lê livros e monta uma metodologia para operar os mercados que é seguida com disciplina e em breve vem o sucesso em forma de muitos reais. Nesse momento o que acontece? O trader pensa “bem consegui transformar meus 100 mil reais em 120 mil, agora eu posso arriscar um pouco mais, posso brincar um pouquinho”. Esse pensamento acontece porque o trader não pensa que o dinheiro ganho no mercado é verdadeiramente dele. Ele se recorda perfeitamente do quanto teve que trabalhar para conseguir juntar os 100mil ,mas os 20mil que ganhou são dinheiro do mercado. Veio “sem esforço”. O que acontece em seguida? Ele perde tudo que ganhou e volta para onde estava volta aos 100 mil reais. Qual a maneira de se justificar perante aos outros e a si mesmo? Exatamente o que falei agora a pouco: “Estava ganhando uma boa grana e devolvi tudo ao mercado, não foi tão ruim, apenas devolvi o que tinha lucrado” Devolveu? Devolveu nada!!! Você perdeu!!! Se costuma dizer que devolveu a grana é porque nunca sentiu que ela era verdadeiramente sua. Nós devolvemos DVD´s na locadora devolvemos carros alugados devolvemos apenas coisas que não são nossas. Aquele dinheiro dos trades negativos não foi devolvido ao mercado foi perdido nele. Nós devemos ter o mesmo respeito ao dinheiro que ganhamos no mercado que temos ao dinheiro ganho em nossas profissões principais, pois o mercado também deve ser encarado como nossa profissão, mesmo que seja a segunda. Aquele dinheiro não era “da casa” era MEU!! Eu não vou perder o que ganhei no mercado facilmente. Para algum profissional me afastar do que é meu vai ter que se esforçar muito, pois não o entregarei de mão beijada. Então volto a bater mais uma vez no mesmo ponto: se conseguir sucesso no mercado não pare de fazer o que o fez ter sucesso, siga sempre suas regras. Nunca pense que você é o sucesso e sim sua metodologia. Se abandoná-la o sucesso irá embora.


Vingança: se você teve um trade negativo ou uma série deles não tente se vingar do mercado. Aquele dinheiro perdido nunca voltará para suas mãos, você poderá ganhar um valor equivalente ao que foi perdido, mas não será o mesmo dinheiro, então não pense que o mercado lhe deve algo, não force trades só porque está no negativo no mês e quer fechá-lo pelo menos no zero a zero. Se perdeu algum dinheiro num ativo não tem necessariamente que tentar ganhar no mesmo ativo, ele não lhe deve nada, seu dinheiro não está com esse ativo, mantenha-se fiel ao plano e tente identificar onde errou, se é que errou, pois muitas vezes fazemos tudo de maneira correta e o trade simplesmente não funciona.


Agora falaremos de algumas características comuns a praticamente todos os traders bem sucedidos como disciplina, paciência, humildade e pensar em probabilidades


Disciplina:Essa é a característica mais importante para se obter sucesso. Como já falei existem inúmeros métodos para se operar o mercado, em vários tempos operacionais, mas todos os traders bem sucedidos tem em comum a disciplina. De nada adiantará ter um método muito bom para operar se o trader não consegue segui-lo. A disciplina no mercado é muito mais facilmente alcançada se também formos disciplinados no nosso dia a dia. Mantenha hábitos saudáveis, alimente-se bem, exercite-se com regularidade, não fume, não exagere na bebida. O trader bem sucedido além de estar em forma mentalmente deve estar com a saúde perfeita. Mudar nosso estilo de vida para viver com mais saúde e disciplina no começo pode ser um pouco difícil, mas depois que conseguimos transformar as coisas positivas em hábitos e eliminar os hábitos negativos viveremos de forma bem mais agradável e passaremos também a ter mais sucesso no mercado pois simplesmente estaremos acostumados a fazer coisas positivas em nossas vidas e passar a agir dessa forma também nos mercados será muito simples. Um fumante, sedentário que só come porcaria dificilmente será disciplinado nos seus trades, pois a disciplina simplesmente não faz parte da sua vida, que provavelmente não será das mais longas. Esse não é o assunto principal desse artigo, mas pense nisso: uma vida saudável o levará a trades saudáveis.


Paciência: outra qualidade muito importante para o trader bem sucedido é a paciência. Enquanto o mercado não apresentar uma boa oportunidade para executarmos um trade o melhor a fazer é ficar de fora, líquido. Um dos maiores traders do século XX, Jesse Livermore, já dizia: “há o tempo de estar comprado, o tempo de estar vendido e o tempo de estar pescando”. Então, enquanto o mercado não apresentar boas oportunidades o trader nada deve fazer, isso traz angústia à maioria dos traders iniciantes, mas é importantíssimo aprendermos a ficar de fora. Quando estamos de fora do mercado o nosso poder de análise melhora muito, pois assim não torcemos para que o mercado vá na direção que estamos posicionados, temos a capacidade de ver o que realmente o mercado está fazendo e podemos aproveitar muito melhor seus movimentos. Então muitas vezes o position trader pode ficar semanas sem fazer nenhuma operação, o swing trader dias e o day trader muitas horas de fora, sem nada fazer. O principal trabalho do trader profissional não é operar o tempo todo, é sim esperar, esperar por uma boa oportunidade para iniciar o trade, depois esperar o melhor momento para encerrá-lo, no lucro ou no prejuízo. Isso exige muita paciência. Muitos traders acham que ficando de fora do mercado seu dinheiro ficará parado e ele estará perdendo oportunidades. Esse tipo de pensamento é derivado da mentalidade de investidores de renda fixa, principalmente da época de hiperinflação, quando o dinheiro não podia ficar parado um dia sequer. Essa mentalidade não funciona na renda variável. Mais uma vez, não pense que seu dinheiro está parado quando você fica de fora, pense que ele está descansando, esperando uma boa oportunidade.


Humildade: por melhor que seja nosso método operacional sempre haverá situações em que temos que sair de um trade no prejuízo. Pequenos prejuízos têm que ser encarados de forma natural, eles fazem parte do da vida do trader. Para podermos ter esse tipo de pensamento é necessário termos humildade. Nós não temos condições de mudar o mercado para atendermos nossas expectativas, então temos que mudar nossas expectativas para atendermos ao mercado. Devemos acreditar nas nossas análises, mas somente até o ponto em que o mercado nos prove que estamos errados, esse ponto, conhecido como stop, deve ser respeitado e se atingido temos que encerrar nosso trade. Se você não tem um ponto que se alcançado o fará encerrar o trade, mesmo que com prejuízo não pode se chamar de trader profissional e todo trader profissional deve ter humildade para mudar de opinião em relação ao desfecho de um trade. Não devemos brigar com o mercado, ele é muito mais forte que qualquer um de nós e nunca erra. Será que vale a pena brigar com algo que tem uma força muito superior a nossa e que nunca está errado? Eu penso que não. A maioria das pessoas é educada de forma onde erros não são aceitos, então se encerram um trade no prejuízo pensam que erraram, que fracassaram. Fracasso não é sair de um trade no prejuízo isso faz parte do risco do negócio, fracasso é deixar um pequeno prejuízo se transformar numa enorme perda. Há uma diferença muito importante entre risco do negócio e perda. Quando se faz um trade seguindo o plano, mas o mercado simplesmente não vai para a direção esperada e o encerramos com um prejuízo suportável, dentro do nosso manejo de risco, isso faz parte do risco do negócio. É como um vendedor de tomates que sabe que todo dia vende cerca de 30 kilos de tomates, mas ele sabe perfeitamente que a cada dia uma parte do seu estoque é perdida, esses 2 ou 3 kilos que perde por dia fazem parte do risco do seu negócio, é algo totalmente normal e esperado, porém se esse vendedor resolve ser mais agressivo e compra 200 kilos de tomates conseguindo um preço mais baixo e tenta vendê-los fazendo uma grande promoção e desse total 100 kilos se estragam isso foi uma perda, pois ele não seguiu sua forma de operar, fez um negócio maior do que poderia suportar. Então temos que ter humildade para aceitarmos os prejuízos decorrentes do risco do negócio e evitarmos as perdas.


Pensar em probabilidades. Operar o mercado deve ser encarado como um jogo de probabilidades. Imagine o seguinte jogo: tenho em minhas mãos um dado honesto, vou jogá-lo uma vez, se der os números 1,2 ou 3 eu ganho 100 reais se der 4 ninguém ganha nada se der 5 ou 6 você ganha 100 reais. Gostaria de jogar isso comigo? Claro que não!! Pois a maior chance é de que eu ganhe muito mais do que perca. Imagine que eu tenha 100mil reais de capital é praticamente impossível eu perder todo meu capital nesse jogo arriscando 100 reais em cada jogada, mas imagine agora que venha um doido e diga: “Lauro, eu quero jogar com você mas quero apostar 100 mil reais”. Será que vale a pena eu aceitar a aposta? Claro que não, pois apesar da maior chance de sucesso ser minha ainda existe o risco de perder os 100 mil, e eu não vou arriscar todo meu capital em apenas uma chance. É assim que devemos pensar ao operar os mercados, temos que ter um sistema que traga a maior chance de sucesso para nosso lado, segui-lo fielmente, arriscando pouco em cada operação pois apesar de ter um bom sistema ainda existe a chance de perder. Nós nunca saberemos se um trade será positivo ou negativo ao entrar nele, então temos que estar preparados para qualquer tipo de resultado, não coloque muita pressão no próximo trade, ele é apenas mais um trade, não tente resolver sua vida, pagar a viagem para Europa ou a troca do carro em apenas uma operação, pois essa pode ser a operação que será negativa e quando o mercado não vai na direção que esperamos temos que sair do trade rapidamente. Essa é uma das diferenças entre amadores e profissionais a forma com encaram os planos e os resultados. Os amadores têm planos muito flexíveis já os profissionais têm planos rígidos. Os profissionais são bem flexíveis em relação ao resultado de cada trade, sabem que cada um deles pode ser um trade negativo, os amadores não, eles pensam que cada trade tem que dar lucro, não aceitam pequenos prejuízos, nem pensam na possibilidade do mercado ir contra sua posição e acabam tendo grandes perdas. Um grande jogador de tênis não pensa em ganhar todos os pontos, mas sim em vencer, jogos e campeonatos, ele sabe que nunca conseguirá ganhar todos os pontos, sabe que em vários deles será derrotado, mas se consegue ganhar o campeonato obteve grande sucesso, mesmo perdendo muitos pontos. Assim deve pensar também o trader profissional, podemos ter vários trades negativos, contanto que os prejuízos sejam controlados, mas se ao final de cada mês e ano conseguimos nosso objetivo seremos bem sucedidos.


Diário de trades: essa é uma ferramenta importantíssima para o sucesso nos mercados. Um dos fatores que torna a atividade do trader tão atraente é a grande liberdade que temos ao operar. Esse tipo de liberdade é raramente experimentada pela maioria de nós. Passamos toda a vida seguindo regras, desde criança temos a hora de ir ao colégio a hora de sair dele, a hora do inglês, da natação, etc, quando crescemos as regras só fazem nos sufocar cada vez mais, mas quando descobre o mercado o trader iniciante descobre um oásis de liberdade, mas essa liberdade na realidade é uma grande armadilha, se por um lado podemos fazer praticamente tudo que quisermos nos mercados, por outro, apenas com regras bem claras e fielmente seguidas obteremos sucesso. Mas com regras claras que devem ser seguidas à risca a atividade de comprar e vender se torna algo menos emocionante, logo muitos traders resistem à criação e principalmente à correta observação delas. A melhor maneira de conseguirmos a disciplina para criar e seguir nossas regras é através da confecção de um diário de trades. Ele deve ser elaborado da seguinte forma: a cada trade finalizado imprimimos o gráfico do ativo explicando de maneira resumida, porém clara o porque de nossa entrada e saída do trade. Devemos escrever como se tivéssemos que justificar nossos atos para alguém. Dessa forma ficará muito mais difícil termos a coragem de não seguir o plano, pois depois teremos que justificar nossos atos, justificar para nós mesmos!!! Um trader que faz uma compra desastrosa, contra suas regras, num ativo horroroso, colocando 100% do capital só porque o Zezinho do fórum falou que era uma boa e depois que o mercado desaba ele não respeita o stop e acaba perdendo 20 ou 30% do seu capital nesse trade simplesmente não conseguirá escrever o diário. Ele vai querer esquecer essa experiência o mais rápido possível, quando o correto seria aprender com o ela. Muitos reclamam que fazer o diário dá trabalho, é chato, ou que não tem tempo para isso, mas todo tempo investido na confecção e depois na análise do diário será de grande utilidade para seu desenvolvimento como trader. Com ele poderemos verificar que tipo de operação tem dado melhores e piores resultados, as emoções que estávamos sentindo durante os trades e principalmente os erros que cometemos. Se você não consegue manter um diário de trades provavelmente está com vergonha do que anda fazendo, então se esforce ao máximo para fazê-lo pois assim suas chances repetir os erros diminuirão muito, acelerando seu desenvolvimento.


Stops: Não existe um único trader que diga que gosta de ser stopado e sair de uma operação com prejuízo, realmente nunca é uma experiência agradável. Mas como já dito os traders mais bem sucedidos sabem que faz parte da vida...como então deixar o acontecimento de ser stopado menos desagradável e conseqüentemente termos mais disciplina para respeitar os stops. O que a maioria dos traders faz? Escolhe o ponto de entrada e o ponto de stop de uma operação, calcula o manejo de risco , inicia sua operação e depois fica rezando para não ser stopado, sugiro um pensamento diferente, pense no dinheiro que está arriscando, que foi calculado pelo manejo de risco, como uma taxa para iniciar a operação, você pode até recuperá-lo se o trade der certo, mas pense nesse capital como perdido, a vantagem dessa abordagem é que se seu stop for alcançado simplesmente terá que apertar um botão, encerrando a operação ou deixar a ordem automática ser executada pela corretora, não haverá sofrimento pela perda do capital pois ele já havia sido perdido quando do inicio do trade. A outra vantagem é que como você terá que pagar uma alta taxa para iniciar cada trade não entrará em operações que não sejam muito claras e com grande chance de sucesso. Com o pensamento usual a única taxa que pagamos para iniciar cada operação é a corretagem, então fica barato operar e podemos arriscar trades ou “testar a sorte”, se pensarmos no valor de nosso manejo de risco como uma taxa que temos que pagar para iniciar cada operação seremos muito mais seletivos e exigentes na hora de iniciar cada trade e se nosso stop for alcançado encerraremos a operação com muito mais tranqüilidade. Nunca deixe de sair de uma operação quando seu stop for alcançado, quando isso acontece não somos mais traders profissionais, mas simplesmente torcedores, passamos a pensar como um ratinho que caiu numa ratoeira,: “Não quero mais o queijo, só quero sair da ratoeira” assim pensam os traders que não respeitam seus stops e passam a ver seus prejuízos crescerem cada vez mais, eles não querem mais ganhar dinheiro, querem apenas sair no 0X0.


Outra dica importante em relação a stops, muitos traders não gostam de colocar stops automáticos para tentar fugir dos terríveis papa stops, ou violinadas. Quem acompanha o mercado continuamente pode usar stops mentais e não os automáticos, mas devemos sempre colocar um papel bem a vista com o nome do ativo e seu respectivo stop. Quando não fazemos isso há uma grande chance de não respeitarmos nosso stop, de darmos mais um espacinho para o trade e acabarmos com grandes prejuízos. Quando temos esse papel nos dizendo qual nosso stop temos mais chance de respeitá-lo pois ele foi escrito por alguém com uma capacidade muito maior de análise: nós mesmos quando estávamos com a cabeça tranqüila, fazendo nosso planejamento com o mercado fechado.


Se o trader não sai de uma posição perdedora com a justificativa de já estar perdendo muito, com certeza, mais cedo ou mais tarde acabará expulso do mercado devido a grandes prejuízos. E uma das piores coisas que pode acontecer com ele é ver esse tipo de estratégia, de não respeitar stops, dar certo. Ele passará a pensar que pode ganhar dinheiro fazendo coisas erradas, não obedecendo às regras. No longo prazo é muito melhor perder dinheiro fazendo o certo do que ganhar fazendo o errado.


Conclusão: Existem inúmeras formas de se encarar o mercado de maneira profissional. O que funciona para uma pessoa provavelmente não funcionará para outra pois todos nós somos diferentes. Cabe a cada trader identificar a melhor maneira de operar de acordo com sua personalidade.


Quanto mais se desenvolver como trader perceberá que a atividade do trader é completamente mental. Não é você contra o mercado e sim você contra você. E quanto melhor se conhecer melhores serão suas chances de vencer. A chave para o sucesso não está em conhecer mais sobre o mercado ou sobre as ferramentas da análise técnica, claro que isso ajuda, e muito, mas o mais importante é se conhecer melhor. Não tente dominar os mercados, para ter sucesso não temos que saber o que irá acontecer e sim estarmos preparados para tudo que venha a acontecer, domine a si mesmo, domine suas emoções, assim o caminho para o sucesso estará aberto.


Como ultima mensagem não tenha como objetivo principal ganhar dinheiro no mercado, quem pensa assim acaba cometendo grandes erros, tenha como objetivo operar corretamente, sempre planejando os trades e os executando de forma disciplinada, se conseguir isso, seguindo um bom plano com certeza o dinheiro virá.


Fonte: http://www.leandrostormer.com.br/View/Publico/forumIniciantesLSTopico.aspx?id=5509&hash=914350946


Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Como conectar-se com o Blog TFB

Pedidos de Análise

Novas Opções de Bases de Dados Gratuitas para Amibroker