Como Investir?

Como investir seguindo tendências nas ações?

Seja bem vindo ao universo do Trend Following!




Sou Fernando Vieira, com este blog pretendo desmistificar o investimento em ações, mostrando uma forma segura e tranquila de investir.

Sou formado em Direito pela UFBA, pós-graduado em Processo Penal, servidor público federal e "trend follower".

Muitos mostram a análise técnica como algo complicado, difícil e somente possível a poucos.

Qualquer pessoa, mesmo aquela que nunca teve qualquer contato com investimentos em ações ou análise técnica, pode aprender uma forma lucrativa, tranquila e segura de investir em ações.

A partir de agora, falaremos de conceitos indispensáveis a você, candidato a ser um investidor trend follower de sucesso.


Subscreva-se ao meu feed

Quer receber nossas atualizações? 
Coloque seu e-mail e clique "enter"!  

Análise Técnica X Análise Fundamentalista


A análise fundamentalista buscar observar a solidez financeira e econômica das empresas, através dos balanços contábeis divulgados trimestralmente, além da conjuntura econômico-social do mercado.

A análise técnica despreza quaisquer dos dados acima e busca, através de gráficos, identificar pontos interessantes para abertura de posições, tentando identificar padrões nas oscilações preços do ativo (ação) acompanhada.
Será que realmente existe esta dicotomia, Análise 
Fundamentalista X Análise Técnica? 
Do meu ponto de vista não há.

Podemos selecionar empresas sólidas, não para 
sermos sócios, ficando posicionados ao estilo 
" buy and hold", mas para fazermos trades com as 
mesmas, entrando em pontos favoráveis, em
 tendências de alta, permanecendo com elas
 em carteira até a oscilação negativa dos preços 
nos mostre (pelo no sistema objetivo de trade) 
que é hora de vender o ativo (ação) e dizer "adeus".

Um site interessantíssimo é o "FUNDAMENTUS",
(http://www.fundamentus.com.br/index.php), que permite analisar importante
 indicadores financeiros e contábeis das empresas. A exemplo do ROIC, dívidas, lucros, 
margem líquida, patrimônio.

ENTENDENDO OS GRÁFICOS DAS AÇÕES:


Quando observamos um gráfico de qualquer ativo (ação) estamos vendo dois dados (tempo x preço). 

A análise gráfica permite a visualização rápida, dinâmica e plena dos movimentos de preços de determinado ativo (ação), facilitando a tomada de decisão dos investidores em relação ao melhor momento para iniciar seus investimentos.

O “candle” é a representação gráfica da movimentação dos preços, em determinado período de tempo, e pode ser entendido conforme figura abaixo.





Portanto, o “candle” representa a variação dos preços em determinado período de tempo (Ex: diário, semanal,mensal), sendo muito utilizado na análise gráfica. 

Quando vazados ou claros representam períodos de alta. Quando escuros, ao revés, são periodos de baixa.

Aqui no site cada candle representa a variação dos preços no período semanal.


ANÁLISE TÉCNICA TRADICIONAL

A análise técnica tradicional utiliza-se de linhas de tendência, de suporte e resistência, além de figuras e padrões, para interpretar o emocional de um conjunto de investidores em dado período de tempo e, assim, conseguir analisar as probabilidades futuras de oscilação dos preços.

Um dos pilares da análise técnica tradicional é a identificação de suportes e as resistências. 

"Admitindo-se que o mercado tem memória e grava preços, resistências seriam preços considerados "caros" para determinado ativo. Nos gráficos, eles são percebidos quando, em uma trajetória ascendente a ação encontra dificuldades em continuar seu caminho. Já os suportes são preços considerados "baratos" para determinados ativos; estes são observadas nos gráficos quando, em trajetória descendente, a ações encontram dificuldades em continuar a trajetória de queda." (fonte http://pt.wikipedia.org/wiki/An%C3%A1lise_t%C3%A9cnica)

Existem muitos analistas técnicos de sucesso no mundo. No Brasil, podemos citar o Márcio Noronha (www.timing.com.br) como o mais conhecido e respeitado analista técnico brasileiro, sem deixar de lado uma enorme safra de competentes analistas técnicos presentes no mercado.

Entretanto, a análise técnica tradicional ou discricionária depende muito da experiência e "tato" do operador,  para que sejam identificados, com segurança, nos gráficos, figuras, linhas de suporte e resistência. 

Além disto, haverão casos em que, em razão da subjetividade na visualização destes padrões, existirão análises totalmente divergentes entre si, mas que são, em tese, a aplicação correta da análise técnica.

Por fim, como derradeira crítica a análise técnica tradicional, observamos que padrões prévios e linhas de suporte e resistência são tentativas de por ordem ao caos do mercado e geram a ilusão de que aleatoriedade e imprevisibilidade do mercado podem ser mensuradas. Pior que isto, geram a ilusão de que o futuro pode ser previsto através de projeções e expansões. 


Estressado de óculos: "- Acho que vai cair, perdeu suporte!"
                                   "- Vou vender tudo a descoberto. "
Estressado de binóculo:  "- Este candle de reversão vai gerar um repique.
                                            "-Vou entrar comprando e alavancar 10 vezes."
O mercado é composto pelo conjunto de investidores institucionais e pessoas físicas. 

Entretanto, em análise final, são emoções humanas que permeiam toda a tomada de decisão em investimentos em renda variável. Tentar acreditar que toda a complexidade de um enorme conjunto de expectativas e emoções humanas podem ser previstas em gráficos e projeções é risível e bastante demagógico.



INDICADORES GRÁFICOS


Atentos aos pontos negativos da análise técnica discricionária (subjetiva), inúmeros analistas técnicos começaram a criar ferramentas estatísticas denominadas indicadores técnicos
Através destes indicadores técnicos ter-se-iam sinais objetivos e uniformes, possibilitando assim uma tomada de decisão mais emocionalmente aceitável pelo investidor, que passaria a ter um sistema de trade objetivo, não dependendo mais do "sentimento" e subjetividade (pelo menos não totalmente).


Trend Following:


Em uma tradução livre, o “trend following” significa seguir a tendência, ou seja, seguir o movimento inercial do papel, seja para cima (tendência de alta) ou para baixo (tendência de baixa).

Significa observar a realidade e direção da oscilação dos preços e posicionar-se (operar) na direção atual do mercado.

O trend following se afasta totalmente da análise técnica tradicional ao aceitar, de início, a imprevisibilidade e aleatoriedade do mercado.

Não fazemos previsões pela análise de gráficos, apenas identificamos possíveis pontos interessantes para operações, seguindo o movimento dos preços.

O trend following reage a realidade, a análise técnica tradicional acredita poder prever futuro.


Logicamente que o trend following beberá da fonte de alguns conceitos da análise técnica tradicional. Entretanto, os interpretará a luz da total imprevisibilidade e aleatoriedade do mercado.

A adoção de um sistema de trade objetivo, como o sistema Hilo-Vieira, que utiliza otimizações para a 
velocidade e volatilidade de cada ativo e opera na direção da tendência dominante, trará além de lucros, 
tranquilidade e segurança ao investidor.


TEORIA DE DOW



Para entendermos o conceito implícito na filosofia “trend following” de investimentos, temos que falar de tendências e de Charles Dow.

Toda a base da Análise Técnica Moderna tem como base os estudos de Charles Henry Dow, que criou a Teoria de Dow, cuja principal contribuição foi destacar que o mercado se move em tendências (alta e baixa).


      Por sua vez, as tendências podem ser primárias, secundárias e terciárias, segundo sua duração.     




   









A Tendência primária é facilmente identificada observando-se um gráfico em período mensal de um ativo (ação). Esta tendência é chamada por muitos a verdadeira "mão do papel" ou o verdadeiro caminho inercial do ativo. Por tudo isto, é a mais forte e mais duradoura tendência, persistindo por meses e até anos.
Charles Dow comparava as tendências ao mar, dizendo que a maré enchendo e maré vazante seriam as tendências primárias, respectivamente, de alta e baixa.
Entretanto, como o mercado, o mar não caminha em linha reta, sempre existindo idas e vindas, como  as ondas do mar. A cada onda, o mar avança e recua. Sendo que, na maré enchente, o avanço sempre é maior que o recuo.
Estes avanços e recuos, dentro de uma tendência primária, são as tendências secundárias.
A tendência secundária tem duração menor, fazendo parte integrante de uma tendência de maior duração (primária). São facilmente observadas em um gráfico semanal, tendo duração de semanas a alguns meses. Como no exemplo anterior, as ondas do mar, integrantes do fluxo das marés, seriam as tendências secundárias de alta e baixa.
As tendências terciárias, por sua vez, integram a tendência secundária. Tem duração muito mais efêmera. São observadas em gráficos diários e intradiários, tendo duração de algumas horas até alguns dias. Se formos compará-las ao mar, as tendências terciárias, muito menores, seriam a variação da espuma das ondas.
O que é importante salientar é que mesmo em uma tendência primária de alta haverão períodos de oscilação positiva nos preços (tendência secundária de alta) e um natural recúo ou correção (tendência secundária de baixa).
Os "trend followers" ou seguidores de tendência observam a oscilação dos preços para encontrar pontos interessantes de entrada e seguir tendências existentes nos preços dos ativos (ações).
É uma filosofia reativa e não preditiva. O dado principal decorre da simples oscilação nos preços das ações, formada pela expectativa do conjunto de investidores no mercado.










FASES DAS TENDÊNCIAS


    Além disto, Dow destacou as fases das tendências, de acordo com o ânimo psicológico dos investidores:

  - Tendência de Alta :  

 1) Acumulação - Quando os grandes "players" do mercado atuam, começam a comprar suas posições, que representam grandes e vultuosas quantias de dinheiro, os preços começam a subir, nitidamente pelo aumento da demanda. Aqui aparece o chamado "Smart Money" (grandes fundos de investimentos), que apenas são assim chamados  por alocarem enormes quantias de dinheiro e conseguirem movimentar para cima os preços ao decidirem investir em alguma empresa ou mercado.     
OBS: Nesta fase as notícias do mercado são as piores possíveis ("o fim dos mercados se aproxima", recessão por mais 10 anos").                          
                                       
 2) Alta moderada - Nesta fase,  os sistemas trend following dão seus sinais de compra, justamente por observar a inicial alta nos preços. Aqui também estão presentes os investidores institucionais, grandes bancos.
OBS: Nesta fase, as notícias são desanimadoras, afirmam que o momento é de cautela e que o pior ainda não passou.
                                         
 3) Forte Alta - Fase marcada pela euforia dos pequenos investidores, amadores e público em geral. É a fase em que a renda variável já acumula recordes em valorização, sendo destacada pelas mídias como o melhor investimento. Sentimentos de otimismo dos investidores e da economia. Todas as notícias são favoráveis.

     -  Tendência de Baixa:  

 1) Distribuição - Primeira fase da tendência de baixa, ocorre quando os grande "players" do mercado atuam, começam a vender suas posições, recolhendo os lucros de suas posições antigas. Neste ponto, os sistemas de trade trend following observam a reversão nos preços e indicam a saída das operações.
OBS: As notícias são excelentes e maioria dos amadores e pequenos investidores compram tudo que podem acham as ações baratas.                                  
                                       
   2) Baixa moderada - Esta é a fase em que a queda nos preços se acentua, pela venda sistemática de posições pelos grandes traders. Os pequenos investidores e pessoas físicas começam a ficarem a preensivos com as perdas, mas esperam que no "longo prazo" as ações voltem a subir (sentimentos de medo, esperança e otimismo).
                                       
   3) Forte Baixa - É a fase do pânico, jornais noticiam que os mercados estão em profunda crise, investidores se desesperam e vendem tudo a preços irrisórios. Terror, medo, desespero, arrependimento, temor são sentimentos que dominam aqueles que entram na renda variável sem planejamento.


Teoria da formação das "Bolhas" 


     Dr. Jean-Paul Rodrigues: "Bolhas podem ser muito prejudiciais, especialmente para aqueles que chegaram tarde, com a esperança de conseguir algo por nada. Mesmo que eles são eventos inflacionárias, o resultado de uma bolha fora do golpe é muito deflacionária como grandes quantidades de capital desaparecendo na onda de falências que gatilharam. Historicamente, eles tendem a ser muito "in-between", mas ao longo da última década registaram as maiores bolhas da história humana "back-to-back", o mercado de ações (que deflacionado em 2000) e do imobiliário (que é provável que a deflação em 2006)."










   
Princípios básicos de um Trend Follower:

    O trend follower (seguidor de tendências)  acredita e baseia-se na Teoria de Dow, mas com a ressalva de não acreditar ser possível prever a futura dinâmica dos preços. 

Algumas premissas devem ser aqui elencadas para o sucesso no mercado de ações:

   I –  Os preços descontam tudo: proibição de olhar notícias, canal da Bloomberg, seguir conselhos de amigos ou de fóruns de discussão.
                           
    Tipos de traders:  Fundamentalistas
                                 Técnicos e Trend Followers    
                                  Smart Money (insiders)
                                   Amadores (público em geral, sem qualquer planejamento e os pseudo-informados)
  
II   - Seguir os três M`s de Alexander Elder:    (Método, Mente e Manejo de Risco)
    
III - Seguir a tendência principal do ativo: (comprar força e vender fraqueza).

 IV - Seguir um sistema de trade com confiança e disciplina (análise objetiva que deriva da adoção de um trade system)

 V -  Utilizar sempre Manejo de Risco. Todo trader deve iniciar suas operações visualizando o seu risco.

VI - Reagir a movimentação de preços, nunca tentar antecipar ou prever nada. O trend follower não tem a pretenção de saber ou tentar advinhar o futuro.

VII - O mercado é aleatório e, além disto, totalmente imprevisível - Não iludir-se pela estatística, que apesar de ser ferramenta muito interessante para análise dos ativos, sucumbirá ante eventos humanos e naturais imprevisíveis.

    
Podemos concluir que o "trend follower" é um trader que tem ciência da imprevisibilidade e aleatoriedade do mercado, que busca seguir a movimentação dos preços nos ativos operados, esperando embarcar em uma tendência, mas sempre adotando um manejo de risco adequado.   


Riscos e Recompensas!



 Não há certeza no mercado, existem possibilidades, este é um dos riscos da renda variável. 


"Para aprender a ter sucesso, você deve primeiro aprender a fracassar."

- Michael Jordan (6 Títulos da NBA, 5 Vezes MVP da Temporada, 2 Medalhas de Ouro
Olímpicas.
Consideradoo maior Jogador de Basketball de Todos os Tempos). 



Todas as nossas decisões na nossa vida envolvem riscos.

Alguns deixam de visualizar esta realidade e se dizem avessos a quaisquer riscos. Este é o pensamento do medíocre e do fracassado.

Os vencedores são aqueles que sabem manejar os riscos de forma prudente, mas com confiança, sempre acreditando em si mesmos e cientes que os riscos são sempre proporcionais às recompensas.

INVESTIMENTOS E RISCOS

Muitos dizem que não gostam de investir em ações por ser arriscado, mas o que na vida não o é? 

Estamos sempre sujeitos a imprevisibilidade e efemeridade da vida.

Será que poupar durante toda uma vida de trabalho, investir em algo que lhe dará 8% ao ano e ao final conseguir observar que não saiu do lugar é algo interessante?

Quem quer uma vida sem riscos ou mínimas preocupações, isto para mim é puro tédio.

A bolsa de valores é o único local onde uma pessoa pode realmente capitalizar-se e mudar o jogo a seu favor.

Os vencedores sabem que existem riscos, lógico, mas decidem corrê-los por visualizarem grande probabilidade de uma melhor recompensa ao final.

Quem sabe corretamente assumir e manejar riscos é uma pessoa que realmente vive a vida e está se posicionando de forma pro-ativa a uma mudança real.




Previsões dos Gurus Financeiros!




Ao observarmos o sangue na tela do homebroker, sentimentos nos afloram como exitação, dúvida, medo, ansiedade.

Neste contexto o ser humano é propenso a procurar respostas às suas perguntas mais impossíveis de serem respondidas.

O que acontecerá amanhã no mercado de renda variável?

Previsões de gurus financeiros saceiam momentaneamente os sentimentos e questionamentos de investidores duvidosos.

Entretanto, aqui encaixa como uma luva um trecho do livro de bolso "Axiomas de Zurique":

"A verdade é que ninguém tem a mais remota idéia do que vai acontecer ano que vem, nem sequer amanhã. Se você está a fim de chegar a ser alguém como especulador,a a primeira coisa a fazer é largar o vício de dar atenção a previsões. É da maior importância jamais levar a sério economistas, especialistas em mercado nem quaisquer outros oráculos financeiros." (p.59)

" A Bolsa de Valores, por exemplo, é um gigantesco mecanismo de emoções humanas.O que os homens e mulheres estão fazendo, pensando e sentindo é o que determina as altas e baixas das ações" (p. 64)

Estas previsões as vezes se aproximam da realidade outras não. Será que teremos agora que fazer previsões acerca do acerto das previsões?

Acho melhor cada um seguir seu sistema de trade e deixar de se iludir com notícias ou previsores de mercado.


"-Acreditem em mim o mercado vai subir até meados do final do mês e vai cair durante o eclipse lunar. Segundo o seu signo compre hoje e venda depois que fizer meu curso de psicografia mediúnica de preços avançada."
Eu tenho uma certeza: o mercado é imprevisível.

Por isto sigo as tendências de preços , que nada mais são do que as expectativas futuras do conjunto de investidores do mercado.



SISTEMAS DE TRADE OU SETUP'S




O descontrole emocional dos investidores é um dos principais fatores que afetam a tomada de decisão dos traders (operadores do mercado financeiro), já que a tomada de decisão subjetiva ou discricionária é afetada por sentimentos de otimismo, pessimismo, medo e ganância que acomente todos os seres humanos ao lidar com dinheiro e investimentos onde o risco é inerente, especialmente na renda variável.


A ação tava barata, como pode continuar a cair mais?
Agora virou longo prazo!
(típico investidor despreparado)
Uma forma de mitigar o danoso efeito das emoções nas operações em renda variável é adotar um trade system (sistema de trade ou setup) que objetivamente dará ao operador pontos objetivos de compra, venda e stop loss( saída da operação com prejuízo quando a operação (trade) não evoluir).

Existem inúmeros sistemas de trade ou setups. O nosso blog adota um sistema de trade objetivo, com regras claras para as operações em renda variável.

Além disto, todos os parâmetros dos nossos sistemas são otimizados. O que significa que a partir de exaustivos backtestes (visualização do desempenho do sistema de trade no passado) adotamos parâmetros ideais para operar cada ativo (ação), privilegiando sempre o nível de acerto em detrimento a uma maior rentabilidade, visando assim, conferir maior segurança e estabilidade do sistema de trade.

As nossas taxas de acerto nos ativos acompanhados supera os 60%, o que não significa a ausência de risco. 

Por isto, o manejo de risco é figura indispensável em cada operação para limitar as perdas e garantir que o trader não seja "expulso" do mercado em períodos em que houverem "sinais falsos" (trades no prejuízo) dados pelo sistema de trade.



SETUP HILO-VIEIRA:




 O Hilo-Vieira é um sistema de trade trend following ideal para o tempo gráfico semanal, que vai utilizar a qualificação da tendência como um filtro nos trades

Em uma evolução no estudo da filosofia "trend following"  e seus sistema de trade, concluímos que o fator mais desfavorável nesta filosofia para seus investidores é a baixa taxa de acerto dos sistemas existentes.


Portanto, o sinais de entrada (compra) falsos acabam por gerar um "drawdown" (perda de capital) que, embora devessem ser considerados normais para os seguidores de tendências, sempre incomodam.

A confiança do investidor em seu sistema de trade sempre é posta a prova quando surgem sinais falsos no seu "setup".

Pelos nossos estudos, percebemos que quanto maior a taxa de acerto de um sistema de trade, mais fácil para o investidor seguir com confiança este sistema de trade e auferir lucros ao longo do tempo.

Destes estudos, criamos um filtro de sinais falsos em sistemas "trend following", a Qualificação da Tendência, que é uma  uma forma de avaliar a tendência primária dos ativos que operamos.

 Portanto, a Qualificação da Tendência nada mais é do que observar a tendência no período de tempo superior ao que operamos, para que sempre estejamos operando na direção da "mão forte do mercado"

Desta análise, podemos operar de duas formas, uma mais arrojada (Hilo-Vieira Piramidado) e outra mais conservadora (Hilo-Vieira Qualificado).


Entendendo o Setup utilizado 


O setup que será aqui utilizado é baseado na filosofia "trend following".


O viés de alta ou baixa do ativo acompanhado é definido pelo rastreador de tendência MACD (Moving Average Convergence / Divergence) (Convergência e Divergência de Médias Móveis) e confirmado pela EMA (média móvel exponencial) de 9 períodos apontada para cima.

Cada ativo possui parâmetros específicos de MACD a serem utilizados, validados através de backtestes.


Todas as operações são abertas e fechadas somente as sexta-feiras (ou o último dia de pregão da semana), a partir das 16:00hs. 

Não existe "stop" automático.


Adotamos também um filtro chamado qualificação da tendência, que nada mais é do que uma 
forma de identificar a tendência primária do ativo operado.


                                       HILO-VIEIRA QUALIFICADO

Esta é uma forma de operar mais conservadora, onde ficamos menos tempo posicionados nos ativos acompanhados e somente entramos quando a tendência de alta já está qualificada e são dados os normais sinais de entrada pelo sistema.


COMPRA= Hilo violado para cima + MACD positivo + EMA virada para cima + QUALIFICAÇÃO DA TENDÊNCIA.

VENDA = Hilo violado para baixo


Esta forma de operar tem uma incrível taxa de acerto, filtrando a maioria das entradas falsas que minam o psicológico dos traders que operam "trend following".

Logicamente, por esperarmos mais para entrarmos nos trades, teremos uma rentabilidade em trades específicos menor do que o sistema Hilo-Vieira Piramidado.

Entretanto, acreditamos que, por ser um sistema de trade mais seguro e tranquilo de se operar, o trader (investidor) mas facilmente seguirá o sistema, o que potencializará seus lucros ao longo das operações. 

HILO-VIEIRA PIRAMIDADO



Aqui, a qualificação da tendência definirá o "peso" das entradas, ou seja, definirá o montante do capital destinado ao ativo que alocaremos nos sinais de entrada definidos pelo sistema.

Dito de outra forma, piramidaremos posições, fazendo mais de uma entrada com capital dividido em duas partes (50% + 50%)
Como já dito no início do blog, cada ativo possui parâmetros específicos de MACD e Hilo Activator a serem utilizados, validados através de backtestes.

Todas as operações são abertas e fechadas somente as sexta-feiras (ou o último dia de pregão da semana), a partir das 16:00hs. Não existe "stop" automático.

Utilizamos gráficos de candles semanais.


Definido o viés de alta no ativo pelo MACD Otimizado Semanal, a primeira compra (entrada) é autorizada  quando Hilo Activator é violado para cima e passa a configurar o "stop" manual das operações, estando a média exponencial de 9 ascendente. 


1ª COMPRA ( 50% do capital destinado ao ativo)= Hilo violado para cima + MACD positivo + EMA 9virada para cima

2ª COMPRA ( 50% do capital destinado ao ativo) Hilo violado para cima + MACD positivo + EMA 9 virada para cima + Qualificação da Tendência.
VENDA = Hilo violado para baixo

Portanto,  a qualificação da tendência representa uma forma de piramidar posições durante as operações.

A qualificação da tendência determinará o "peso" da operação a ser realizada:

I - caso o ativo (ação) não esteja com sua tendência qualificada, aparecendo sinal de entrada no semanal, entraremos no ativo, mas com 50% do capital a ele destinado;
 (quando o "ribbon" - faixa horizontal do gráfico - estiver vermelho)

II - se o trade desenvolver, aparecendo a qualificação da tendência , entraremos com os outros 50%; (quando o "ribbon" - faixa horizontal do gráfico - passar para verde)

III- caso a entrada no semanal ocorra, estando em alta também no mensal, entraremos com 100%. ("ribbon" - faixa horizontal do gráfico - em verde)

 Se o "ribbon" estiver branco, considere o viés anterior. Esta faixa representativa da qualificação da tendência tem meros efeitos didáticos, o investidor operará este sistema analisando dois gráficos ao mesmo tempo do mesmo ativo (ação) um no semanal e outro no mensal.




CONCLUSÃO

A adoção de sistemas objetivos de trade, aliados um boa otimização dos parâmetros dos sistemas para velocidade e volatilidade de cada ativo operado, são ferramentas que, se utilizadas para operar tendências, trarão uma alta taxa de acerto e bastante tranquilidade emocional aos investidores que a operarem.



Prossiga seu estudo do trend following assistindo os vídeos abaixo:



(Palestra) Trend Following: Segurança e Tranquilidade na Bolsa de Valores!







Backtestes e Otimizações em sistemas de trade








Participação em no Programa Go Blue da TV UOL - São Paulo/SP





                              Trader Tranquilo TV - Porto Alegre/RS



Vídeos de expoentes do Trend Following no mundo:

Ed Seykota  - trend follower





Curtis Faith - Um dos chamados turtles de Richard Dennis





Michael Covel - Escritor 




Salem Abraham - trend follower





David Harding -  trend follower





                                    Gostou? Então curta abaixo e compartilhe!

10 comentários:

  1. Material muito bom Fernando!

    Muito tranquilo e de fácil entendimento.

    Parabéns pelo trabalho cara, mais uma vez.

    ResponderExcluir
  2. Obrigado pelo feedback Leandro!

    Forte Abraço

    ResponderExcluir
  3. Parabéns bom poder contar com vocês para aprender uma maneira simples e tranquila de operar.

    Obrigado

    ResponderExcluir
  4. Obrigado por participar, não deixe de postar também sugestões e críticas. Abraços

    ResponderExcluir
  5. Como faço para comprar os dvds de vocês,ótimo trabalho.

    ResponderExcluir
  6. Boa noite,

    Obrigado pelo comentário. Infelizmente por motivos alheios a minha vontade, a parceria feita para feitura dos DVS's encontrou entraves, não havendo previsão para lançamento.

    Entrentanto, se tiver interesse em conhecer mais a fundo nosso método indico-lhe os Coachings Trend Following. No link http://www.trendfollowingbovespa.com/p/cursos-trend-following-bovespa.html temos mais informações.

    Bom final de semana!

    ResponderExcluir
  7. Muito bom , estou acompanhando há pouco tempo seu método, realmente é o que preciso . Chega de perder dinheiro na bolsa com análise técnica convencional.
    Abraço, Kleber Geller

    ResponderExcluir
  8. Kleber,

    Seja bem vindo e sinta-se em casa.

    Este blog é de todos! Abraço,

    ResponderExcluir
  9. Olá Fernando gostaria de saber se existe alguma corretora no Brasil ou no exterior que adota a filosofia Trend Following. Desde já agradeço.
    Wagner Santos

    ResponderExcluir
  10. Olá Fernando gostaria de saber se existe alguma corretora no Brasil ou no exterior que adota a filosofia Trend Following. Desde já agradeço.
    Wagner Santos

    ResponderExcluir



 
Trend Following Bovespa © 2012 | Designed by Bubble Shooter, in collaboration with Reseller Hosting , Forum Jual Beli and Business Solutions